Conheça a Informant          RSS

Posts Tagged: Empresas


21
Mar 14

Como são as empresas que os programadores adoram trabalhar (e como se tornar uma delas)

programadores

Atrair e reter talentos em uma empresa é uma complicada tarefa que todo empresário precisa assumir. Se a área de atuação for tecnologia, esse cenário se torna ainda mais complexo: para empresas de tecnologia, a qualidade dos seus programadores reflete diretamente na qualidade do seu produto.

Reter programadores não é uma questão apenas de salários e benefícios, mas de criar um ambiente de trabalho onde as pessoas se sintam estimuladas. Isso significa que para algumas empresas que não encontram profissionais da área, o problema talvez seja de gestão dos recursos, e não financeiro.

Entender o que faz de uma empresa boa para um programador trabalhar pode ajudá-lo não apenas a atrair novos talentos, mas melhorar seu produto e negócio. Dessa forma, abaixo iremos explorar os motivos que farão um desenvolvedor escolher a sua empresa na próxima vez que procurar emprego.

O que faz de uma empresa boa para se trabalhar

O ambiente de trabalho criado dentro de uma empresa impacta profundamente nos resultados do negócio. Um ambiente agradável não só melhora o humor -e consequentemente, a produtividade- dos funcionários, mas também diminui para a redução de conflitos e até mesmo a rotatividade dos funcionários. Demissões e contratações constantes, além de serem um grande desgaste no time, que acaba não tendo tempo de interagir e acostumar uns com os outros, também é uma grande despesa no setor de RH.

Porém é preciso deixar claro que atualmente não se mantém bons programadores no seu time apenas oferecendo altos salários. Em geral, esse profissional tem melhor rendimento quando está mais livre para trabalhar. E talvez seja esse o segredo que faz de algumas empresas as melhores: liberdade. Trabalhar com programação exige dedicação e foco que muitas vezes não serão alcançadas durante o horário comercial, exigindo do programador horários alternativos, em especial as madrugadas.

Como criar um ambiente fantástico para a sua equipe

Dar mais liberdade para os seus programadores depende muita vezes de uma ruptura na cultura da empresa. Isso significa que é preciso alterar horário de trabalho, métricas de rendimento e até mesmo a maneira como isso será comunicado aos outros funcionários.

O primeiro passo em busca deste objetivo é avaliar seus programadores por resultado, e não por hora de trabalho. Permitir que ele trabalhe de casa ou em horário completamente alternativos pode gerar produtos melhores do que impor o horário comercial. Para isso é importante que seus gestores entendam a importância do acompanhamento de resultados através de metas, caso contrário será difícil manter o controle do que realmente está sendo feito.

Procure conversar com seu time para entender o que pode ser modificado no ambiente de trabalho. Ofereça um pouco mais de lazer, como video games e outros jogos; comida e bebida disponíveis gratuitamente também servirão de estímulo para os programadores. Salário não é o mais importante, ainda assim pague o que o mercado está pagando e não exija prazos de entrega absurdos.

Como atrair bons programadores

A construção de um ambiente favorável de trabalho para programadores, com horários flexíveis, opção de trabalhar de casa e um tanto de lazer atrairá por si só talentos para a sua empresa. A comunidade de programadores é uma das mais unidas em se tratando de mercado de trabalho e, aos poucos, a boa reputação da sua empresa será passada adiante.

Romper com a cultura engessada do horário comercial pode ser empolgante e ao mesmo tempo gerar medo, mas pode transformar sua empresa numa das melhores para se trabalhar. Não hesite em tirar suas dúvidas sobre o assunto com o nosso time, estamos esperando na caixa de comentários abaixo.


05
Feb 14

Aprenda a importância da escalabilidade

software

A escalabilidade é a capacidade que uma empresa, ou sistema, possui de crescer atendendo às demandas sem perder as qualidades que lhe agregam valor. Essa característica se tornou essencial para as empresas que trabalham com tecnologia da informação. Se antes era desejável que uma solução fosse escalável, atualmente isso é uma condição para o sucesso.

Empresas que não conseguem lidar com o aumento repentino de seus clientes, ou de suas necessidades, perdem oportunidades de novos negócios e ainda correm o risco de verem seus clientes migrando para a concorrência. Por isso, para desenvolver softwares de sucesso, que serão rapidamente absorvidos pelo mercado, é necessário pensar em soluções escaláveis. Aprenda a importância da escalabilidade e garanta o crescimento acelerado da solução oferecida pelo seu negócio.

Virtualização e performance.

O conceito de escalabilidade está diretamente associado ao de sistemas distribuídos, nos quais é possível alcançar a alta performance das máquinas. Esses sistemas, também conhecidos como clusters, dividem as tarefas garantindo a utilização otimizada dos equipamentos e softwares. Cada um dos servidores é compreendido como um nó da rede, cuja malha atende às mais variadas demandas tecnológicas.

Isto significa que todo o funcionamento dos sistemas é monitorado constantemente em processos virtualizados. Eles controlam as demandas e alocam recursos de acordo com as necessidades em tempo real. Significa também economizar recursos em determinados momentos e poder identificar quando é necessário aumentar a infra-estrutura, antes que a qualidade do serviço ou solução seja comprometida.

Para garantir essa performance, é necessário virtualizar e possuir softwares capazes de gerenciar as demandas. Isso significa que o programa deve ser capaz de alocar recursos, distribuir a carga de processamento entre os servidores do cluster e monitorar o desempenho do sistema como um todo. Com esses programas, muitas vezes, é possível designar máquinas de diferentes capacidades para demandas específicas. Um exemplo: dedicar um servidor para trabalhar apenas com processos e transferências de dados na rede, manter uma máquina para manipular arquivos que demandam muita memória, enquanto um outro equipamento é designado para armazenar informações em discos rígidos.

Sendo assim, para projetar um sistema escalável é importante ter um cluster virtualizado capaz de distribuir as demandas entre as diversas máquinas e garantir a máxima performance da solução em todos seus aspectos.

Como adicionar recursos?

Desenvolver um software escalável significa também planejar seu crescimento. É preciso estar de olho no momento exato de alocar mais recursos para não ser atropelado por um aumento de demanda, gerando a perda de qualidade do sistema. Existem duas formas de adicionar recursos aos sistemas escaláveis. São elas: a escalabilidade horizontal, também conhecida como scale out, e a vertical conhecida como scale up. Entenda a diferença:

  • Escalabilidade horizontal ou scale out: consiste em adicionar mais capacidade no sistema distribuído inserindo uma nova máquina no cluster.

  • Escalabilidade vertical ou scale up: neste caso ocorre o upgrade em um servidor já existente na rede. Significa substituir, repor ou apenas agregar mais recursos, como memória ou novos discos rígidos por exemplo.

Agora que você já sabe da importância da escalabilidade, poderá projetar sistemas e soluções capazes de garantir o crescimento da demanda sem perder a qualidade! Ainda precisa de ajuda? Entre em contato com os especialistas da Informant!


03
Dec 13

User Centric Design: o que é e por que importa

User Centric Design

As organizações que se tornaram líderes de mercado após sobreviverem a anos de competição e desafios conhecem a importância de manter o foco sempre no cliente. No entanto, essa é uma lição que também serve para empresas de todos os tamanhos e setores.

No mercado da tecnologia da informação, a filosofia user-centered design (UCD) é voltada especificamente para entender os anseios dos usuários de uma interface no intuito de incorporá-los ao desenvolvimento de um novo produto ou serviço. Compreender as necessidades e superar as expectativas do consumidor final podem ser os grandes diferenciais na busca por novas oportunidades de negócio e na consolidação de uma empresa.

Saiba o que é user-centered design e suas vantagens:

UCD

User-centered design (UDC), ou design centrado no usuário, é o processo em que as necessidades, vontades e limitações do usuário são o foco principal de todas as etapas do desenvolvimento, criando um caminho para que sua experiência em um novo produto ou serviço seja satisfatória.

Essa estratégia se diferencia de outros métodos mais tradicionais do design, nos quais os produtos são desenvolvidos somente a partir de objetivos de negócio e funcionalidades disponíveis. Essas metodologias clássicas fazem com que o consumidor apenas se adapte à interface concebida inicialmente.

Já no UCD, o trabalho tem ênfase na forma como o usuário gostaria de usar o sistema, levando em conta suas crenças, atitudes, comportamentos e sua forma de interação com a máquina.

Aplicação

O design centrado no usuário é muito usado no processo de desenvolvimento de softwares e websites, passando pelas fases de análise, design, implementação e deployment (ou instalação da aplicação). A filosofia exige que os designers prevejam e analisem como os usuários usarão o produto a ser desenvolvido e, em seguida, apliquem testes para que as percepções sejam avaliadas em um ambiente real. Essas verificações são fundamentais em iniciativas que usam user-centered design, pois o comportamento dos usuários não é fácil de ser previsto.

Para conseguir entender o cliente e obter informações úteis para o desenvolvimento, os profissionais devem pensar em quem é o usuário, quais seus objetivos ao usar o sistema, que tarefas realizará, como pensa que a ferramenta deveria funcionar, entre outras.

Uma das palavras-chave na aplicação do UCD é a usabilidade, ou seja, a experiência do usuário em uma interface. Quando ela é alta, é possível realizar as tarefas de forma eficiente, sem exigência de aprendizado.

Vantagens

Em projetos de sites e softwares, o foco na experiência do usuário pode ser a grande diferença entre o fracasso ou sucesso do produto.

Dessa forma, ao usar o user-centered design, a empresa mantém seu foco sobre uma entrega que poderá ser mais eficiente e com maior usabilidade. Isso aumenta as chances de que o usuário fique mais satisfeito, potencializando as vendas e a fidelização.

Além disso, produtos e serviços desenvolvidos por meio do UCD podem aumentar a produtividade de equipes que utilizam um sistema. Ignorar o usuário final, mais que um simples descuido, pode se provar um erro fatal no desenvolvimento.

Quando não há alinhamento entre as necessidades e capacidades do usuário com o software que ele utiliza, erros são mais frequentes e a experiência de uso torna-se frustrante.

Ainda em dúvida sobre como aplicar o UCD em seu sistema ou software? Fale com a Informant!


19
Nov 13

Por que contratar uma fábrica de software ágil

softwareOs consumidores modernos, sempre acompanhados de seus celulares, tablets e notebooks, estão se tornando cada vez mais exigentes com os produtos e serviços que compram. Essa tendência tem reflexos sobre a forma como os softwares são desenvolvidos, pois as empresas precisam buscar métodos mais eficientes para a construção de seus sistemas e se manter sempre atualizadas com as demandas do mercado.

Para poder concentrar suas energias em suas atividades prioritárias e, ainda assim, contar com programas que apoiem suas operações ou negócios, é comum que as organizações recorram às fábricas de software.

O termo define, assim como na indústria, um conjunto de pessoas, recursos, processos e métodos voltados para a elaboração de um produto ou serviço e também é adotada pelas empresas que utilizam o método ágil para desenvolver sistemas.

Conheça as principais vantagens de contratar uma fábrica de software ágil:

Confiabilidade

Quando uma empresa precisa desenvolver um novo software, são grandes as chances de que não possua os profissionais e as tecnologias necessários para a empreitada. Nesse cenário, o ideal é entregar a tarefa a um especialista no setor.

Uma fábrica de software ágil entrega soluções variadas para seus clientes e, dessa forma, acumula experiência e funcionalidades de projetos anteriores que podem ajudar no desenvolvimento de um novo produto no futuro.

Além disso, as fábricas estão sempre por dentro das tendências de mercado, sabendo o que o cliente precisa fazer para aumentar sua competitividade. Isso garante uma visão mais abrangente da solução a ser encontrada e pode levar o software para novo patamar de inovação.

Por último, contratando uma fábrica, você poderá exigir da empresa a entrega do produto dentro dos requisitos de prazo e qualidade estipulados, acompanhando todo o desenvolvimento do software em um ambiente livre da política e das pressões internas da sua organização.

Agilidade

A finalização do software em uma fábrica pode ser mais rápido do que internamente ou utilizando outras metodologias de desenvolvimento. Isto porque o método ágil pressupõe entregas menores e mais ágeis, permitindo que o cliente lance aplicações com celeridade e faça feedbacks em tempo real.

Uma fábrica de software ágil possui diversas formas de acelerar as entregas, como a integração constante entre os desenvolvedores e clientes, definição de requisitos simples e flexíveis, busca pela eliminação de desperdícios no processo, entre outras.

Essa redução do tempo necessário para finalizar as etapas diminui o time-to-market, o período entre a concepção do produto ou serviço e o seu efetivo lançamento no mercado.

Reuso

Outra vantagem que uma fábrica de softwares pode proporcionar é o reaproveitamento da experiência de outros clientes e produtos. Não confunda com falta de criatividade ou cópia deliberada: o reuso no desenvolvimento de softwares ajuda a reduzir custos e esforços e aumenta a qualidade do produto entregue.

Lembre-se que, quando um projeto de software é iniciado, a maioria de suas funcionalidades já foi concebida anteriormente e consolidada no mercado. Somente uma pequena parte do produto será algo realmente novo e específico para a ocasião.

Aproveitar esse benefício de uma fábrica de software ágil simplifica o processo de aprendizado a cada etapa, fazendo com que as entregas sejam mais rápidas e precisas.

Custos reduzidos

Para conseguir desenvolver um novo software dentro do prazo exigido pelo mercado, é necessário realizar grandes investimentos em mão de obra e tecnologia, fazendo com que a empresa se torne menos competitiva.

Por outro lado, quando o desenvolvimento e a manutenção de um software são entregues a uma fábrica ágil, é possível obter redução nos custos. Isto porque, para dedicar uma equipe interna para o trabalho implica em gastos com contratação de profissionais, espaço físico, gestão, além de exigir mais tempo.

Considerando que o desenvolvimento na fábrica é feito de forma mais simples, rápida e inteligente, a empresa também diminui os gastos com programação. Além disso, é possível reduzir ou até mesmo zerar os recursos dedicados a softwares e hardwares.

Pensando em contratar uma fábrica de software para o seu próximo projeto? Entre em contato com a Informant!