Conheça a Informant          RSS
28
Nov 13

design de interação, o que é ?

design de interação

Pare e pense: quando foi a última vez que você passou um dia inteiro sem qualquer contato com uma interface digital, como um computador ou um smartphone?

Com a grande quantidade de interfaces disponíveis para usos variados e a demanda crescente dos consumidores, a experiência que temos ao usar produtos e serviços digitais vem se transformando em uma das maiores preocupações dos desenvolvedores de novas tecnologias.

Uma das áreas que busca soluções para essa experiência é o design de interação, setor em plena expansão nos países líderes em novas tecnologias. No Brasil, apesar de ainda estar incipiente, o tema também já conta com cursos universitários e inúmeras oportunidades de trabalho.

Qualquer empresa em busca de vantagens competitivas no mercado deve saber como o design de interação pode ser o grande diferencial para o fracasso ou sucesso de um novo produto.

Aprenda hoje o que é design de interação e qual a sua importância:

Foco na experiência

O design de interação é uma das vertentes do design que trabalha a forma como um produto, (seja um site, um aplicativo, um jogo ou outras aplicações) permitirá que os usuários façam uso dele. O objetivo da disciplina é melhorar a relação entre as pessoas e as máquinas, aumentando as chances de sucesso de um produto no mercado.

Um dos objetivos desse conceito é fazer aquilo que a engenharia sozinha não consegue ao desenvolver novas tecnologias: pensar no usuário. É como se fosse um acabamento artístico para um produto científico, levando em conta, além do seu funcionamento, o visual e a experiência interativa do de quem interage com ele. O foco está nas pessoas, e não na tecnologia em si.

A disciplina executa projetos a partir de conceitos que foram estabelecidos por meio de testes com usuários. No entanto, é inviável desenvolver um método único para qualquer interface, pois cada produto ou serviço possui demandas diferentes, exigindo estudos específicos para que a interação seja realmente satisfatória.

Na prática

O design de interação serve, na prática, para avaliar os diversos aspectos que afetam a experiência do usuário com um sistema em busca de soluções inovadoras.

Primeiro, é necessário saber se um produto é útil, seja porque é funcional e atende a uma necessidade básica ou por ter relevância emocional para o usuário. Em seguida, deve-se pensar sobre sua usabilidade, ou seja, a forma como o usuário realizará ações no produto, para que possa ser eficiente e de fácil assimilação. Além disso, é preciso ter em mente que o sistema deve lidar com os possíveis erros humanos.

No design de interação, também é fundamental que o profissional da área esteja em uma busca constante por soluções inovadoras e seja capaz de montar protótipos rápidos para que possam ser rapidamente testados.

Muitas vezes o trabalho do designer de interação ocorre em colaboração com profissionais de outras vertentes, como o design gráfico, da informação e industrial. Apesar disso, o foco do trabalho deve ser mantido na compreensão do comportamento do usuário, a partir da observação de suas ações ao usar um produto.

Importância

Com todas essas preocupações em mente, o designer de interação consegue fazer com que um sistema qualquer seja mais apto a responder de forma adequada às demandas do usuário. Com tantas alternativas no mercado, os consumidores estão cada vez mais impacientes e, caso a interface do produto não atenda a suas necessidades, ele rapidamente buscará os concorrentes.

O design de interação também ajuda a definir, em um sistema, o que é prioritário e o que pode ser considerado secundário. Isso facilita a navegação e diminui a necessidade de muitos cliques e esperas. Imagine um website de vendas em que o usuário não consegue acessar informações básicas sobre um produto ou executar ações simples como iniciar uma compra. Em poucos minutos ele provavelmente desistirá do site e vai procurar outra solução.

Essa vertente do design também serve como um ponto de equilíbrio entre a capacidade de interação e a funcionalidade do produto, evitando que um sistema não consiga entregar aquilo que promete. Além disso, por meio da disciplina, é possível prevenir que o usuário encontre erros ou consiga contorná-los quando necessário.

Agora que você sabe o quão importante, perguntamos: como esta questão é abordada na sua empresa? Já desenvolve este aspecto nos seus produtos? Comente!


Tags: , , ,

Faça um social!

Leave a comment